Programa de Auxílio ao Estudante 2019 – Regras, Quem Tem Direito

Participar do Programa Auxilio ao Estudante 

 Uma das maiores preocupações dos estudantes brasileiros é se vai haver condições para continuarem frequentando as aulas, já que alguns veem de famílias muito pobres o que acaba afetando o rendimento escolar, pensando neste tipo de situação o Governo brasileiro investe em diversos programas de auxílio ao estudante. 

programa-de-auxílio-ao-estudante-cadastramento 2019

Esses Programas de Auxílio ao Estudante em 2019 vão ser divididos de acordo com a necessidade de cada um, lembrando que em sua maioria são opcionais e cada um vai possuir seu próprio conjunto de regras e público alvo, por este motivo fique atento quando for averiguar os tipos de Programas de Auxílio ao Estudante de 2019. 

Sabendo também que necessário mencionar que em sua maioria serão totalmente gratuitos e voltados para os jovens que estudaram em colégios públicos ou em particulares em condições de bolsistas integrais.  

Mas se engana aquele que acredita que apenas recebe auxílio dos programais estudantis 2019 os jovens e adultos que estão realizando a faculdade, saiba também que crianças do Ensino Fundamental e Ensino Médio também recebem algumas ajudas para conseguirem concluir sua formação. 

Um bom exemplo disso é a carteirinha do estudante ou ônibus escolar, apenas saiba que dependendo da Região brasileira a onde você se encontra o programa de auxílio ao estudante 2019 poderá ser um pouco diferente, exceto aqueles que buscam beneficiar jovens do Brasil todo, como FIES, ProUni e Sisu.    

Regras dos Programas de Auxílio ao Estudante  

É importante que você compreenda que a maioria desses programas de auxílio ao estudante vai possuir regras especificas de acordo com a necessidade ou função que ele representa, por conta disso é importante que você sempre leia o edital do programa que você está querendo utilizar.  

Damos estes conselhos porquê é através do edital do Programa de Auxílio ao Estudante que você vai ter suas dúvidas respondidas sobre como o benefício vai funcionar, se ele vai ser uma bolsa de estudos ou um financiamento e essas coisas.  

Compreenda também que as regras para o Auxílio ao Estudante 2019 vai variar de acordo com o tipo de situação que você se encontra, geralmente os programas de bolsas de estudos – como ProUni – podem ser divididos em bolsas integrais – o programa cobre 100% das mensalidades – ou parciais – o programa vai apenas arcar com 50% do curso.  

Cabe você compreender qual a categoria que vai se encaixar e então realizar a sua inscrição ao Programa de Auxílio ao Estudante 2019 conforme foi informado no edital do mesmo, também lembrando que estes programas costumam seguir um cronograma, por esse motivo tome cuidado para que não acabe sendo prejudicado ao esquecer uma dada, uma boa dica é programar seu aparelho celular com um alarme para não perder nenhum dos dias.  

Uma regra comum dos Programa de Auxílio ao Estudante 2019 é pertencer a uma família de baixa renda, geralmente aquele que recebe no mínio até 3 salários mínimos. Mas também poderá haver casos em que seja exigido uma certa renda familiar para participar do programa, como é o caso do FIES (Fundo de Financiamento Estudantil).  

participando-do-programa-auxílio-para-jovens 2019

Quem Tem Direito 

Como já mencionamos acima aqueles que tem direito ao Programa de Auxílio ao Estudante 2019 são geralmente jovens de baixa renda ou que estudaram em um colégio da rede pública, sendo até mesmo permitidos jovens de colégios particulares, porém estes devem estar em condições de bolsistas. 

Mas saiba também que poderá ser permitido a participação de jovens que recebem até cinco salários mínimos como renda familiar, entretendo os benefícios – que geralmente são bolsas – não costumam ultrapassar até 50% do valor de suas mensalidades.  

Quando se trata do financiamento estudantil o Programa de Auxílio ao Estudante 2019 pode parecer um pouco estranho, afinal você deve pagar semestralmente uma taxa de rematrícula e a cada três meses um valor simbólico, mencionando também que após a conclusão de curso você deverá pagar ao Governo as taxas das mensalidades que eles pagaram, mas entenda que o FIES 2019 é um sistema de financiamento e não de bolsa de estudos.  

Simplificando, o FIES vai fazer com que o Governo pague para você a faculdade – com você contribuindo com pequenas taxas – e então, na conclusão de seu curso – você deve pagar com os gastos que ele teve.  

Outro Programa de Auxílio ao Estudante 2019 é o SISU, que suas regras de participação são muito semelhantes ao ProUni, a diferença é que o ProUni fornece bolsas de estudos para universidades particulares e o SISU fornece suas vagas para instituições públicas de Ensino Superior.  

Porém ambos os Programa de Auxílio ao Estudante 2019 vão visar os candidatos de baixa renda e que vieram de colégios públicos, também fornecendo vagas para outros tipos de estudantes. 

regras-para-o-programa-de-auxílio-ao-estudante 2019

Vale também dizer que o Programa de Auxílio ao Estudante 2019 costuma ser permitido a participação daqueles que realizarão o Enem no ano anterior a inscrição, então caso você tenha se interessado por algum deles, uma boa dica é realize o Enem.  

Mais Inscrições e Cadastros em 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *